19/03/2017

Queimamos a palha ou ela nos come

A verdade sobre a vitória no dia mau.

Bênçãos chegam a nós diariamente e nem percebemos. De vez em quando o pacote é tão grande, que precisamos ficar acamados para limpar este prato. De outra forma não conseguiriamos o tempo necessário para nos transformarmos em quem será capaz de encarar o seu próximo e maior #desafio.

Neste caso, pedir que #Deus tire de nós um cálice, só porque tem gosto ruim? Isto seria rejeitar o remédio que nos cura de doenças da alma capazes de impedir o nosso crescimento e ao rejeitar a bênção embutidas por Deus em um dia mau.

Devemos resistir ao dia mau ou ao modo como normalmente reagimos a ele?

Neste dia a perda maior poderá ser a da humildade, ou do discernimento que vê algo de bom na perda.

#Palha foi feita para ser queimada, pois não passa de peso morto a ser eliminado. Só se queima nesse fogo, quem acumula, na alma, grandes quantias de material inflamável.

O diabo toma muitas formas e fornece palha com a aparência  de carros, casas, viagens, bons casamentos e promoções. Só para ter o prazer de ver você se queimar.

Efésios 6:13. "Por isso, vistam toda a #armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo".

É possível que ao vestirmos a armadura de Deus tenhamos de passar por um período de treinamento com o objetivo de nos livrar das nossas próprias reações durante o processo de queima de tão cobicada palha.

As nossas maiores perdas tem a ver com a perda do ser e não do ter

Ubirajara Crespo

01/03/2017

O maior tombo da humanidade

A queda fatal

"Deus os abençoou e lhes disse: “Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra”.
Gênesis 1:28

O ser humano deixou de exercer a tarefa de controle compartilhado da Terra e passou a disputar, com seu criador, o controle de outros humanos. Abandonamos o essencial e abraçamos o que é secundário. Nos tornamos competitivos, passando superar outros em conhecimento, habilidade, domínio, espaço, influência, argumentos, seguidores e riquezas.

E foi assim que abandonamos o projeto original e nos colocamos sob o controle da ambição e de uma alma insaciável.

Deste buraco, que não foi feito para nós, a humanidade, como um todo, ainda não conseguiu sair.  O entsnto o ser humano tem a oportunidade de viver uma outra história e subir ao pico da montanha, o ligar de onde nunca deveria ter saído.


Quem não nascer de novo não verá a Glória de Deus. 

 Nascer de novo é necessário porque a raça adâmica já está condenada, é preciso receber a genética do segundo Adão, que é Jesus Cristo, dando assim, um salto das trevas para a luz.

Ubirajara Crespo 



#EstudoBiblico
#Bíbliadeestudo 
#Teologia
#curainterior

26/02/2017

Orar em espírito

Quando oramos em Espírito?

Quando Jesus nos autorizou a orar e falar em nome dele, usava uma terminologia jurídica, semelhante à que é usada por advogados e seus cientes. É uma procuração passada para alguém falar em meu nome.

Ninguém precisa de uma procuração para falar o meu nome, mas para falar em meu nome. A procuração lhe dá o direito de me representar e defender minhas causas e não as causas dele.

No exato momento em que ele passar a usar o meu nome para defender os seus interesses, deixa de ser meu representante e passa a ser um aproveitador. Isto é considerado uma transgressão capaz de gerar banimento e até a sua prisão.

O representante de Deus só pode falar em nome dele, enquanto suas palavras forem uma expressão exata da vontade de Deus.

Jesus representava ao Pai, porque não falava de si mesmo, mas falava o que o pai lhe ordenava.

Pense nisso, da próxima vez, em que no final da sua oração, disser: — Em nome de Jesus, amém!

A única garantia, que lhe foi concedida para ter certeza de que Deus deu alguma importância para a sua oração é se você realmente falou em nome de Jesus. Deus prometeu ouvir e atender a sua oração, apenas quando ela traduzir a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para a sua vida.

Não use o nome de Jesus para torcer o braço de Deus, achando que ele prometeu este tipo de coisa.

Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade de Deus, ele nos ouvirá. E, se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos.
1João 5:14‭-‬15

Você orou em espírito quando estava perfeitamente afinado com a vontade de Deus e pode fazer isso em qualquer língua, principalmente na sua própria.

Expressar, conscientemente, a vontade de Deus, deve ser a sua maior procura e não através de uma linguagem que você não entende.

A transformação ocorrida pela renovação da sua mente, o capacitará a descobrir a boa, perfeita e agradável vontade de Deus (Romanos 12:2).

Isto é orar em espírito

#oração
#emnomedejesus
#vontadededeus

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.