07/11/2017

Corpo de Cristo, uma montagem difícil de ser feita.

O Corpo que Cristo ajuntou, as denominações não têm o direito de separar. Como já disse, não uso títulos religiosos há mais de 46 anos, portanto, não tenho nenhum problema com quem não deseje usa-los. No entanto, faço isso, porque o rótulo de evangélico é pequena demais para descrever a fé cristã. Precisei descobrir uma palavra mais ampla, perfeita e onde coubece tudo o que Cristo ensinou. Cristão é a mais bela descrição daquilo que creio. Aponta para uma pessoa e não para uma instituição ou grupo. Sigo Jesus e não um movimento, prédio ou organização.
Vejo a Igreja como um agrupamento de pessoas, não como uma organização, mas como um organismo.

Conheço muita gente, que se apresentam como evangélicas, e não estão envolvidas os erros cometidos por suas denominações. O cristianismo é supra denominacional, é um Corpo. Na realidade estou mais preocupado com os meus erros, do que com os erros dos outros. E olha que os meus são muitos, diferentes, mas muitos. Quero me revoltar contra os meus erros e tentar ver os dos outros como um sinal de que eles precisam de ajuda, assim como eu também preciso. Agradeço aos cristãos evangélicos por me ajudarem a resolver alguns destes erros. Foi entre eles, que encontrei pessoas dispostas a investir no meu aperfeiçoamento pessoal.

Quem não se envolve   não sabe que os evangélicos se envolvem, profundamente em ações sociais e o fazem em larga escala. É claro que poderiam investir mais em gente do que em prédios, mas poucas instituições reservam tanto dinheiro, quanto eles, nesta área. Não possuem um departamento de Marketing para divulgar o que fazem nesta área. Eles também acertam, embora não sempre, assim como todo mundo.

A fé, segundo as Escrituras é pessoal e não denominacional. Por este motivo, não me sinto comprometido com denominações, mas com pessoas, começando comigo mesmo. Afinal, o meu amado Rabi disse que devo amar ao próximo como a mim mesmo.

Pessoas são meu alvo e não instituições. Meu objetivo de Vida é aperfeiçoar pessoas e não instituições. Nem quando eu pastoreava pessoas ligadas à instituições evangélicas, me via na obrigação de investir minha vida em suas organizações. Só investia em pessoas. Meu objetivo é salvar pessoas e não instituições.

O dom de pastorear tem a ver com a formação do indivíduo e não da denominação. Onde houver pessoas, eu estou dentro e onde se administra só estruturas, estou fora. Nenhum dom do Espírito Santo foi concedido à alguma instituição, mas para pessoas. O dom existe para que pessoas tenham como investir em outras pessoas. Simples assim.

Não uso o termo evangélico, por revolta, mas porque sua sonorização aponta para instituições religiosas. Sou cristão porque está palavra aponta para Cristo e porque os seguidores de Cristo se agrupam nas regiões celestiais e não denominacionais. Estão espalhados pelo Corpo de Cristo, onde quer que ele esteja e por onde ele se meter.

Ubirajara Crespo

23/10/2017

Liberdade ou libertação de nós mesmos.

A liberdade de escolha exercida por uma sociedade impregnada por motivações maldosas, não tem como dar certo. Impulsos maus sem rédeas, geram descontrole e incursões perigosas nos direitos dos demais componentes de uma comunidade.

Um grupo de pessoas domadas pelo amor, não precisa de leis, mas este estado de coisas não passa de um sonho absurdamente utópico. Onde está localizado este grupo? Quem poderá construí-lo? Será no Estado Islâmico? O Senado Federal? Os traficantes da Rocinha? O capitalismo? Os cachimbos da cracolândia?Os regimes totalitários? A mesma comunidade LGTB, cujos líderes mais exaltados declararam a sua intenção de destruir os opositores? Serão as novelas da Globo que nos conduzirão até a plena paz? Talvez a solução esteja nas escolas, onde seus alunos matam professores e colegas de classe.

- Que tal a polícia? Cê tá brincando......

- As instituições religiosas? Cê tá maluco..... Seus líderes eram os maiores alvos dos discursos imprecatórios de Jesus e dos profetas do Antigo Testamento. Aos quais, diga-se de passagem, ela matou.

O mal, segundo a Bíblia, está profundamente entranhado na natureza humana, tão entranhado que, até agora, somente debaixo da ameaça de punição, conseguimos controlar o caos social gerado por nossos impulsos. Até agora nenhuma instituição ou filosofia inventada, por esta raça caída, conseguirá nos tirar deste buraco, que se aprofunda.

A Bíblia fala de uma contaminação interior comandada pelo que chama de natureza pecaminosa herdada de Adão.

A solução não está aqui. Somente a nossa total rendição a Jesus Cristo poderá nos conduzir para um futuro feliz. E quer saber de uma coisa: Jesus mesmo abandonou, totalmente, a idéia de construir algo de bom neste mundo. Tanto, que o destruirá, pessoalmente, e construirá um Novo Céu e uma Nova Terra, onde habitará uma nova raça, toda ela construída de renascidos.

A Cruz é a única opção. Nela morremos e dela sairá uma Nova Criatura. Tudo e todos que por ela não passarem, não entrarão no Reino de Deus.

Como disse Jesus: Quem não nascer de novo, não entrará no Reino de Deus. Isto inclui o mundo e seus habitantes.

Ubirajara Crespo

17/10/2017

Longe dos olhos, longe do coração

"Disse, porém, Davi consigo mesmo: Pode ser que algum dia venha eu a perecer nas mãos de Saul; nada há, pois, melhor para mim do que fugir para a terra dos filisteus; para que Saul perca de todo as esperanças e deixe de perseguir-me por todos os limites de Israel; assim, me livrarei da sua mão.”
1Samuel 27:1

Longe dos olhos, longe do coração, uma providência que pode camuflar mágoas, ressentimentos e indisposiçõe que podem reacender quando estamos próximos. Às vezes se afastar ou dar um jeito de excluir um opositor de vista pode nos conceder uma falsa sensação de segurança. Era isto que Saul estava tentando fazer e Davi resolveu, ele mesmo, se mudar para Gates, perto de temidos inimigos de Saul, local onde Saul jamais o procuraria. O que costuma funcionar é nos livrarmos da inveja, do ciúme e do coração competitivo, que pulsa em nosso peito. 

Inúmeras formas de se livrar de alguém, no entanto, a mais recorrente é ignorar totalmente a existência do rival, outra seria mostrar um cartão vermelho e expulsá-lo do campo onde somos os juízes, levantar intrigas, plantar provas falsas e até mesmo matar também são muito utilizadas. No fundo temos medo de ser ultrapassados e se preciso for, fechamos o caminho daquele contra quem lutamos, mesmo que a nossa rivalidade seja unilateral, como era o caso de Saul. Some-se a isso o componente espiritual, que se apossa daquele que não tem um compromisso sólido com a prática da justiça. 

Quando a balança que mede o merecimento alheio é propositadsmente desregulada, abre-se uma fissura por onde o nosso coração se torna acessível para abordagens injustas.  Se Saul fosse justo, renunciaria ao trono e o passaria para Davi, que ele mesmo reconheceu como melhor do que ele. Isto pode ocorrer com todo tipo de liderança, seja política, religiosa, empresarial, comunitária ou militar. 

A injustiça sempre recomenda o uso de força desproporcional, se estiver disponível. Davi, agora seguido por seiscentos Homens,  se refugiou em território pertencente à Aquis, cujo nome significa denegrirei, aterrorizarei. Os motivos pelos quais lhe chamavam assim, parecem óbvios. Leve ainda, em conta, a sua herança cultural ou genética herdada de seu pai Maoque que, que significa opressão. Devido ao uso desta palavra para descrever o comportamento deste homem, alguns intérpretes chegam a considerar que a influência demoníaca era real. Não era à toa, que Saul evitava um confronto direto com os filisteus. 

............

Nota exegética: Filisteu é uma transliterção de pelishtiy, que significa imigrante. O que denota um povo voltado para a expansão de seus domínios, para tanto, construíram exércitos muito bem equipados e treinados. Originalmente habitaram a Filistia, habitantes de Creta (provável), e invadiram toda a costa marítima de Canaã.
……..

"Disse Davi a Aquis: Se achei mercê na tua presença, dá-me lugar numa das cidades da terra, para que ali habite; por que há de habitar o teu servo contigo na cidade real?”
1Samuel 27:5 

Nota exegética: Ziclague (Tsiqlag), que significa sinuoso podendo significar, que o acesso a ela era difícil, foi a cidade concedida por Aquis a Davi, como sua morada. Ele também não queria ficar muito perto de Aquis, o Filisteu.

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.