28/10/2011

INTRODUÇÃO AO LIVRO DE DANIEL (extraido da Bíblia de estudo do guerreiro)

Daniel  דיאל

COMENTÁRIO
Esse livro é um ótimo auxiliar para a leitura de Apocalipse. Milhares de anos, separaram os autores desses dois livros e, no entanto, eles se omplementam perfeitamente. Veja no capítulo 7, por exemplo, que as quatro bestas são consideradas como representantes dos quatro grandes impérios: Babilônia,  edo-Pérsia, Grécia, e Roma (Dn 1–7), seguidos por uma visão do Messias que vem, visão que mais tarde é repetida no livro de Apocalipse.
Seu autor, Daniel, assim como Ezequiel, esteve cativo na Babilônia. Foi levado perante o rei Nabucodonosor em sua juventude e instruído na língua e nas ciências babilônicas. A exatidão de suas interpretações e vaticínios proféticos causou admiração e perseguição, mas ele se tornou extremamente influente em todo o reino da Babilônia (Dn 1.17,18).
SUA VIDA:
Daniel apresenta incríveis similaridades com a vida de José. Os dois foram levados cativos em posição humilhante, passaram por injúrias e perjúrios, caíram em ciladas armadas por inimigos inescrupulosos, mas finalmente ocuparam o cargo mais alto dos respectivos reinos (Dn 2.48). Daniel perseverou em manter a sua vida espiritual, ainda que em meio a uma corte pagã (Dn 6.10).
TEMA PRINCIPAL:
A soberania de Deus sobre os assuntos dos homens em todas as épocas. As confissões do rei pagão desse fato constituem os versículos-chave desse livro (2.47; 4.37; 6.26).
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.