07/11/2011

DEUS USA O IMPIO COMO INSTRUMENTO DE DISCIPLINA

TEXTO BÍBLICO: Lamentações 3.1: Eu sou o homem que viu a aflição causada pela vara do seu furor.
NOTA DE RODAPÉ: No capítulo anterior, Babilônia foi chamada de flecha destruidora e agora é comparada a uma vara que castiga. Jeremias viu a sua profecia transformada em história e lamentação. Viu Babilônia transformada em instrumento disciplinador nas mãos de Jeová. Nabucodonosor colocou lenha em sua locomotiva que bateu de frente com Jerusalém, deixando-a estatelada no lamaçal dos próprios pecados.

Em meio a uma abundante oferta profética, o povo esperava pelas bênçãos prometidas por falsos mensageiros fabricados nos porões das oficinas de Baal e Astarte. Enredado por essa teia religiosa bem urdida, raciocinava da seguinte forma: Se as bênçãos são liberadas, então Deus aprova nosso modo de agir. Se está tudo bem, por que mudar?
Com a mente impregnada desse pensamento, agregaram à espiritualidade nacional liturgias importadas do mundo inteiro.
Jeremias era a única voz que ecoava pela cidade em tom de denúncia, mas o povo preferiu inclinar seus ouvidos para quem os elogiava. Nem todo mundo gosta de se olhar no espelho. Satanás infiltra seus agentes com o propósito de nos seduzir e manter prisioneiros de práticas e comportamentos construídos na nossa carne. Linguagem piedosa agradável nem sempre é de boa procedência [veja mais em Isaías 42.8].
O avivamento previsto na Palavra vem, creia nisso, pois Deus não mente. Diante do que ocorre nas instituições eclesiásticas que nos abrigam, precisamos cultivar uma pergunta, que poderá nos conduzir a conclusões surpreendentes: É para a nossa instituição religiosa? Esse raciocínio nos leva ao passo seguinte: Se o avivamento não é institucional, qual será a sua forma? Isso nos traz à pergunta definitiva: Qual é o meu papel nessa história? [veja mais em 1Samuel 16.14].
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.