30/09/2012

Carta para Laodicéia


E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!

Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu (Apocalipse 3:14-17)
 
Laodicéia tipifica uma igreja que perdeu a sua paixão por Jesus. Simplesmente resolveu trocar tudo isto por interesses temporais. Se faltar espiritualidade, mostra a sua pompa. Percebemos este problema quando nossas orações perdem a intensidade e o nível de compromisso cai. Somos mais razão e menos coração no nosso contato com o Senhor.
Quando escorregamos em uma religiosidade macia, que não esquenta nem esfria, temos um tipo de fé que “dá pro gasto”. Este alicerce treme até mesmo com um simples chuvisco. Uma igreja assim tenta esconder sua decadência atrás de repetidas declarações positivas que não correspondem com a sua realidade.
 
- Ela se vê assim: “Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta”.
 
- Deus, porém, a vê deste outro modo: “... não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu”.
 
 Ubirajara Crespo
 
 
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.