10/01/2013

Vivendo perigosamente.


TEXTO: Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?

COMENTÁRIO: Quem julga é o diabo, dizem alguns. Isto é verdade ou mais uma das suas mentiras que visam perpetuar a imunidade do mal? Na realidade ele o faz do modo errado enquanto Deus, o supremo juiz, julga sem a influência de provocadores como inveja, ódio, mágoa, intimidação, ameaça e suborno. Se você tem a mente de deus, pode se tornar isento.

Para quem se submete a Deus é possível resistir ao diabo e a todas as suas tentativas de interferir no nosso julgamento implantando o suborno, convencendo de ver uma ocasião oportuna para a vingança, para a interferência da magoa e para sermos implacáveis. Resistência ao diabo é uma das qualidades divinas transmissíveis às suas criaturas, que nos capacitam a julgar como ele.

Se não possuo as qualidades de Deus é porque não me submeti e me fiz resistente a ele, o que me torna vulnerável ao diabo. Deus não nos da onisciência, onipresença e onipotência. Tudo mais é possível. 

Adão não se submeteu a Deus e se aproximou da serpente para assistir a uma aula onde ela ensinava a viver perigosamente fazendo ultrapassagem onde a sinalização do trânsito diz que o perigo de desastre é iminente. Não ultrapasse os limites da sua humanidade, submeta-se a Deus e não queira ser como ele.

Ubirajara Crespo
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.