26/06/2013

Exortar não é brigar


Eu te exorto diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, pela sua vinda e pelo seu reino, prega a palavra, insiste* a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e exorta com toda paciência e ensino.

Porque chegará o tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas,  desejando muito ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo seus próprios desejos; e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão para as fábulas. 2 Timóteo 4:1-4

Texto Bíblico na versão Século 21


Exortar: Vem de Parakaleo, que significa, literalmente, “chamar alguém para o lado”, onde a conversa pode ocorrer sem interferências. Nos dicionários, exortar significa: animar, incitar, persuadir, induzir alguém por meio de palavras. 

Não tem o significado que muitos aplicam como: acusar e repreender, a menos que nesse tipo de atitude não haja grosseria e sim amor. O apóstolo Paulo diz “exorta com longanimidade e doutrina”. Longanimidade é aquele ânimo generoso, é persistência, com paciência e bondade. Doutrina é o ensino da Palavra de Deus. Disso concluímos que exortar é chamar alguém para o lado, segurando-o pela mão com paciência e bondade, para ensinar-lhe a Palavra. 

Nesse contexto de sã doutrina, a profecia que vem do Espírito Santo é sempre bem recebida. Por isso mesmo não existe uma profecia inspirada pelo Espírito Santo, que venha contrariar qualquer verdade bíblica. A profecia vem “exortar pelo reto ensino”, assim como “para convencer os que contradizem” (Tt 1.9).

(Texto copiado da Bíblia do Guerreiro)
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.