21/07/2013

Inimigo transformado em instrumento de crescimento

Pedir para Deus afastar seus inimigos é fácil, isto qualquer um pede, principalmente se tiver sede de vingança. 

Pedir sabedoria para lidar com eles é coisa de cristão, de qualquer cristão. Vai que foi Deus mesmo quem colocou o inimigo de tocaia na porta dos meus lábios para me ensinar a prudência, a moderação e a temperança.

Sendo assim, eu preciso agradecer a Deus e ao provocador que foi transformado
involuntariamente, em instrumento nas mãos de Deus para o meu crescimento. O inimigo tem todo o direito de não saber que está sendo usado por Deus, mas eu não tenho o direito de atribuir ao diabo o ônus de uma obra que Deus quer fazer na minha vida.
 
Devo tomar cuidado para não amarrar Jesus, pensando que é o diabo. 

Tiago aconselha a todo homem que seja pronto para amar, mas tardio para se irar.
 
Sl 6:10: "Envergonhem-se e sejam sobremodo perturbados todos os meus inimigos; retirem-se, de súbito, cobertos de vexame". 
Alguns salmistas oraram pedindo a desgraça de seus perseguidores, mas eles não sabiam a respeito do desafio feito, pelo Senhor, para atingirmos a estatura de Cristo, o Varão Perfeito. Estes, quando quando informados de que os inimigos estão com fome e sede, providenciam o que comer e beber.

Atitude incomum para quem esta em uma guerra, você não acha? no mundo espiritual, porem, tem grande poder contra a maldade, ódio e sede de vingança entranhados na alma.
Vamos fazer o que o Senhor nos enviou a fazer, mas se não conseguir expressar algo bom. Fique calado.

Ubirajara Crespo

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.