08/09/2013

Deus gosta do divórcio?


Ml 2:10,11: Não temos nós todos o mesmo Pai? Não nos criou o mesmo Deus? Por que seremos desleais uns para com os outros, profanando a aliança de nossos pais? Judá tem sido desleal, e abominação se tem cometido em Israel e em Jerusalém; porque Judá profanou o santuário do SENHOR, o qual ele ama, e se casou com adoradora de deus estranho.

Neste capitulo temos uma ideia do que ocorre ao coração de Deus quando um de seus filhos trai os votos feitos com a sua esposa.

O israelitas não se contentaram apenas com o trair esposa, mas ao fazê-lo trocavam esposas fieis a Jeová, por mulheres que professavam uma religião, politeista, paga, e idolatra.

Além disto forçavam a aceitação, pela congregação, de suas novas mulheres. Talvez pensassem o seguinte: Não há nada que não possa ser resolvido com uma boa oferta. 

Ml 2:11: O SENHOR eliminará das tendas de Jacó o homem que fizer tal, seja quem for, e o que apresenta ofertas ao SENHOR dos Exércitos.

Esta insistência em preservar pecado é santa? Deus repudia o divórcio com a mesma forca com a qual repudia a violência. Se divorciar é como decepar de mim a parte mais importante do meu corpo. Age profundamente e produz feridas capazes de derramar um sangue que corre na alma e não nas artérias e veias. Algo que talvez não se conserte nunca mais.

O divórcio não esta entre os pecados imperdoáveis, mas o caminho para o perdão pode ser longo e doloroso, podendo incluir um enorme séquito de gente ferida, incluindo os filhos de um casamento desfeito. Comece agora enquanto o sangue que você derramou ainda esta quente.

Ubirajara Crespo
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.