29/10/2013

Põe adrenalina e carbohidrato

Põe adrenalina nisso!

Salmos: 119. 11. Em meu coração conservei tua promessa para não pecar contra ti.

Que promessa seria esta que nos livra de pecar?

Alguma Unção de significado indecifrável transmitida através de palavras místicas ditas em momentos de altíssima comoção? Seria um arrepio ou algum brado de vitória?

A capacidade do grito "RECEBE", para produzir algo em mim, costuma ser medida pela intensidade com a qual esta comoção vem carregada. Já apelamos demais para a subjetividade e chegou o momento de começarmos misturar isto com sinais mais objetivos, que só poderão ser avaliados no dia seguinte, quando eu estiver em meio a um Mega engarrafamento, quando sou tentado a engrossar a voz com a esposa, com o empregado, ou ainda ao perceber que uma "mentirinha branca" pode abrir a porta para um bom negócio. Estes são os melhores laboratórios para medir a utilidade de toda aquela comoção sentida durante o culto de ontem à noite.
– Mas, pastor, a comoção por si só, já valeu à pena. Disse um defensor da idéia.

Então eu digo:

– É mesmo? me dê o capítulo e o versículo onde se encontra este princípio. Será que precisamos produzir um espetáculo todos os domingos para atrair e manter o público pagante?

O momento mais importante do culto, ocorre quando somos confrontados com princípios bíblicos ou quando, no final, o nosso corpo é invadido por correntes de diversos amperes e inusitadas voltagens?

Já o salmista achava que seria conservando a Palavra, isto é, mantendo seus ensinamentos vivos na mente, no coração e no comportamento, é que nos livramos de pecar. Não será enchendo as minhas veias com uma overdose de adrenalina ou o meu fígado com quantias tão altas de carbono rato que ele nem é capaz de processar.

Ubirajara Crespo

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.