26/11/2013

Quando o inimigo bate na sua porta

Você pode estar convivendo com pessoas que tentam justificar as portas fechadas atrás de si e a interdição de pontes que poderiam levá-los de volta a lugares, igrejas, instituições e pessoas com quem já conviveram intensamente.

Será que está todo mundo errado e somente ela está certa?

Será que o mundo inteiro é seu perseguidor e ela a sua maior vítima. Há sempre uma história triste para contar, e todas falam de traições, decepções, ameaças e perseguições. 

Será que são verdadeiros os motivos alegados pelas quebras de amizades antigas e alianças de fé? Todos são pessoas que a acolheram no passado e agora se tornaram monstros demonizados.

Se esta pessoa chegou até você, mesmo começando da forma certa, como aconteceu com os demais, poderá terminar como terminou nos outros lugares por onde andou. Cuidado, você será a próxima vítima.

Este tipo costuma se passar por vítima, para atrair a sua ajuda e o seu dinheiro, mas se relaciona com você apenas enquanto está amizade é lucrativa.

O lugar deste tipo de gente não é no púlpito, mas em dois outros possíveis locais:
Preso por safadeza ou hospitalizado por esquizofrenia ou mania de perseguição.

Novos famosos são como novos ricos, ao invés de usarem a mensagem de Cristo para liberar pessoas, a usam para aprisioná-las a si e sugar delas a vida que eles não encontraram.

Você só se machuca se já tiver alguma ferida aberta. Se não tiver, e se cultivou Jesus em seu interior, sofre o impacto, mas logo se recupera.

Quem convive com Cristo se renova dia a dia. Mesmo os que carregam na pele, na conta bancária e na sua própria casa, muitas cariacicatrizes de feridas antigas, carrega consigo uma alma macia, leve e solta.
O relacionamento com Jesus constrói um coração perdoador.

Ubirajara Crespo

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.