21/11/2013

Culto ou celebração?

Bom Rm: 10.10. Porque com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. 

Para produzir fé, Deus precisa do mesmo coração que ele criou, mas este não é a central geradora de fé, é apenas o seu depósito.
Toda atividade espiritual é centralizada em Deus e não no homem. Nele cremos, existimos e nos movemos (A 10:28). Ele é o nosso sol e nós a constelação que gravitacional ao seu redor. Como faz o nosso astro Rei, ele gira somente em torno de si mesmo.

1. O primeiro princípio a extrair desta declaração é: Toda a programação do culto deve ser montada para agradar a Deus e não aos assistentes.

2. Outro princípio a ser extraído desta mesma premissa é: Não somos apenas assistentes do culto, somos participantes. Quanto maior o envolvimento daqueles que estão no auditório, mais próximos de prestar um culto público estaremos.

Há quem entenda que a criação de grandes audiências caminha na contra mão da identidade original da Igreja, pois impede que a mutualidade seja feita livremente.

Ubirajara Crespo

Leia a Bíblia do Guerreiro

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.