19/01/2016

Pedras vivas em cima de um alicerce vivo

I Ubirajara Crespo 

Jesus usou o último fôlego, existente em seus pulmões, para proferir a expressão máxima de toda a sua obra: Está consumado!!! Completado, feito, construído.



Ele se referia ao alicerce em cima do qual toda a fé e prática cristã deveria ser construída. Jesus é um alicerce vivo e não morreu e ressuscitou para construiu em cima dele nenhum material inerte e sem vida, como pedra, areia e cimento.

“À medida que se aproximam dele, a pedra viva—rejeitada pelos homens, mas escolhida por Deus e preciosa para ele—, vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo.”
1 Pedro 2:4-5

Em cima desta base os seus seguidores montariam a fé, que de uma vez por todas foi entregue aos santos. O material usado durante esta construção deve ser da mesma procedência, espécie e essência usada na construção do alicerce. Todos de procedência espiritual e não material. Essas coisas que o Espírito Santo sopra de onde ninguém vê e nos levam para onde ninguém é capaz de descobrir. 

Este sopro desce sobre o único material permeável e compatível com aquilo que o vento trás. O coração humano e nao coisas, esse é o seu único alvo.

Amor, paz, Alegria, fé, bondade, benignidade, mansidão, domínio próprio, fidelidade, misericórdia, etc. Contra estas coisas não há leis que estabeleçam limites para as suas manifestações. 

A análise da nossa composição interior só será completa, se conseguirmos colher amostras visíveis destas qualidades.

Personalizando o que disse Jesus: pelos frutos nos conhecerão. 

Ao encontrar amostras destes elementos, em doses além do normal, chegaremos à conclusão de que realmente nascemos de novo. 

Somos como o ferro, a água, o papel e o barro são compostos por materiais capazes de serem analisados em laboratório. Não é papel só porque se parece com papel, mas por conter substancias inerentes à sua natureza. 

A religiosidade humana construiu muita espiritualidade sintética. Eu mesmo já fui traído, roubado, ameaçado e/ou amaldiçoado por líderes religiosos, escritores famosos, apóstolos, pastores e coisas do gênero. Eles traziam na sua composição material de procedência carnal e não me convinha usar o mesmo material que neles encontrei. 

Alguns tinham fome de dinheiro e eu lhes dei dinheiro para comer. Outros queriam se alimentar do meu silêncio e eu lhes dei a minha boca fechada como alimento. Quem me amaldiçoou eu abençoei, quem tentou acabar comigo, coloquei nas mãos de Deus e tiveram de engolir o meu sucesso. 

Gostaria de lhe dizer, que jamais pensei em reagir na mesma moeda, mas estaria mentindo. Sei muita coisa de muita gente e lhes dei o meu silêncio de presente, pois naquele momento a minha reação seria estimulada por motivos errados. 

Estarei completando meus 68 anos este mês e posso olhar para trás e ver, que vivi uma vida que realmente valeu à pena. 

A glória pertence apenas àquele que soprou sobre mim, a minha carne teria me levado para o lugar errado. 

O vento sopra de onde quer e se dirige para onde quiser e não é movido por impulsos, mas por princípios. E você de onde vem e para onde vai?

A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.