31/05/2012

Julgamento correto é aceitável?


TEXTO BÍBLICO: E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?


COMENTÁRIO: O que torna um julgamento correto não é o acerto ou o erro do julgamento, mas a intenção com a qual foi feito. Se para edificar ou para destruir.
Confrontação pode ser particular quando o problema é particular. 

A confrontação pode ser pública quando o mal feito é público.

Eu disse "pode", não disse "deve".

Ao denunciar o mal faça pontaria no alvo certo: no mal e não no praticante do mal. 

Saiba porém, que o inimigo da fé tentara desviar o rumo de suas flechas. Farão com que pareça que você guarda mágoas.


A tática é sempre a mesma: mensagens sentimentalistas, tolerantes, com aparência de piedade e apelos para perdoar algo que jamais cobrou.


Cobrar comportamento sem amor é uma moeda que não compra nada no Reino de Deus. Isto não significa que deva deixar de cobrar dignidade, verdade e compromisso.

Esta conversa mole só serve para criar feridas, incentivar sentimentos de culpa e expor a falsa piedade.


Acuse, exponha o mal, denuncie, mas jamais se deixe magoar pelos ataques de quem quer que seja.


Não saia a luta enquanto não tiver recebido alta do hospital celestial que cura o seu interior e o capacita a perdoar. 

Você pode se tornar um vingador.


Ubirajara Crespo
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.