10/09/2015

Quem será a próxima vítima?


Ubirajara Crespo 

Pela declaração recente de um ministro, ficou subentendido, que o slogan, "Brasil, pátria educadora", utilizado durante a campanha eleitoral, foi uma promessa, que esvaziou rapidamente.

Em recente pronunciamento à nação, ele confessou que, o orçamento para o próximo ano prioriza projetos assistencialistas como o bolsa família, enquanto a saúde e a educação receberão o que sobrar disso, se sobrar. 

Depois de raspar todo o dinheiro da nação, o PT planeja aprofundar, ainda mais, a raspagem do nosso bolso, com novos impostos.

Não se fala mais em cortar gastos da inchada máquina governamental. 

Depois que acabar com o nosso bolso, confiscará nossa poupança e com ela distribuirá esmolas para um povo empobrecido. 

Não aprendemos nada com a história.

Este foi o processo utilizado durante a tomada do poder nas grandes nações comunistas. 

O fortalecimento do partido e não da nação é a "verdade oculta" por detrás de todas as ações de um governo totalitarista. O povo não passa de uma laranja a ser espremida até a última gota. Transformado em bagaço, passará a depender totalmente dos atos assistencialistas do partido. 

O próximo passo será o reconhecimento de que, não deu certo e um retorno capanga para a política de mercado e para o plurilartidarismo. 

A história mostra isso. Hoje, tanto a Rússia, quanto a China, não passam de grandes negociantes do capital gerado por suas indústrias. 

Como diz as Escrituras: O diabo cegou o entendimento dos incrédulos e até mesmo de alguns religiosos, que se declaram cristãos (Ef 2). 

Coitados, não passam de marionetes controladas por um poder doninante, cujo objetivo é matar, roubar e destruir (João 10).

Grandes nações produtoras não terão para quem vender o que produzirem, pois o mundo inteiro empobrecerá. Em meio ao caos generalizado, surgirá um grande líder, oferecendo aparentes soluções globais, mas de efeito transitório. 

Quando todo mundo disser, que há paz e segurança, lhes sobrevirá repentina destruição (1Ts 5.3).

Acrescente a isto a rápida islamização do mundo ocidental provocada pela frenética busca de proteção por parte dos refugiados. A Europa é o alvo principal. 

A baixa taxa de natalidade das nações ricas, contrastada com as altíssimas taxas de natalidade dos imigrantes árabes, espalhará o islamismo por todo o mundo. 

A crescente Institucionalização do Cristianismo enfraquecerá, rapidamente, o aprofundamento da fé cristã. A única força capaz de deter o avanço deste plano maligno, enfraquecerá, e o que restar dele, será arrebatado da terra. 

O resto você já sabe. Jesus voltará e subjugará as nações em fúria lutando entre si por sua própria sobrevivência. 

A batalha do Armagedom, marcará o reset final de todas as coisas.
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.