30/01/2014

“Saúde espiritual e o passar dos anos”

Miriã Luz

Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles. Provérbios 22:6 (NVI)


Em outra versão (Almeida) lemos “ensina o menino o caminho”. 


Isso exige persistência, sabedoria, paciência, investimento de tempo e de vida. Vai muito além de ensinar apenas a orar e ler a Bíblia. É muito trabalhoso, mas é o melhor a ser feito.


Os pais poderão errar algumas vezes, mas terão mais chances de demonstrar amor e carinho com mais frequência do que erram. A garantia vem do alto.


Ensine-as (as palavra de Deus) com persistência a seus filhos. Converse sobre elas (suas crianças) quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Deuteronômio 6:7 (NVI)


Não é raro, nos dias de hoje, encontrarmos lares/famílias em que o casal (os pais) trabalha fora de casa durante a maior parte do dia, e, os filhos permanecem em casa sob os cuidados de outras pessoas, ou ainda, são matriculados em instituições: creches ou escolas.


Quem anda na contramão do sistema é taxado como inferior ou inadequado.


Muitos desses pais trabalham para conquistarem necessidades básicas para o sustento do seu lar, todavia há uma grande porcentagem que passa tempo fora de casa para atender a um apelo de uma sociedade consumista, exibir suas conquistas e desfrutar prazeres egoístas. Acumulam “tesouro” no lugar errado.


A criança cresce sem a segurança acolhedora da presença dos pais. 


Quando se torna adolescente, encontrará em outros lugares (e em outras pessoas) o que pensa ser o melhor caminho.


Se chegar a idade adulta, provavelmente fará (ou já terá feito) más escolhas que poderão gerar consequências bastante profundas.


Pense nisso! Reveja suas prioridades, seu tempo, seu investimento.
A Bíblia do Guerreiro, a estação de tratamento e abastecimento onde você precisa parar todos os dias. O remédio mais eficaz para tratar o seu coração é a Palavra de Deus.